TOXICIDADE DE COSMÉTICOS NA GESTAÇÃO

January 24, 2018

 

O período da gestação é uma fase de transformações e sensações, tanto para a mulher como para o bebê. É também um período de novos cuidados e atenção diferenciada.

 

Alimentação balanceada, ingesta de água e pele hidratada é uma combinação perfeita e primordial durante toda a gestação. Neste período as mulheres ficam com a pele super sensível, ressecada, excesso de oleosidade e com pré-disposição à alergias e acne. É um período em que a microcirculação sanguínea aumenta e favorece a absorção de ativos, por isso o cuidado com os Cosméticos utilizados.

Segundo pesquisas do Euromonitor Internacional, empresa especializada em pesquisas para mercados consumidores, até 2017 é provável que o Brasil, considerado hoje o terceiro maior mercado consumidor de produtos de beleza, se torne vice-líder no mercado consumidor de cosméticos.

 

E diante deste cenário, cada vez mais as empresas de Cosméticos desenvolvem produtos com maior eficácia e inovação, gerando uma demanda maior na área de Análises Toxicológicas devido aos diferentes níveis e formas de estabilidade e absorção requeridas.

Por este motivo, é necessário alguns cuidados durante a gestação, o aumento dos hormônios femininos, como a progesterona, influencia indiretamente os hormônios reguladores da síntese da melanina e a síntese de colágeno, favorecendo o aparecimento de manchas na pele ou estrias.

 

A Indústria de Cosméticos, mais precisamente os Dermocosméticos são essenciais para a prevenção de estrias, flacidez, eles atuam na redução aos danos provocados ao colágeno e promovem hidratação e nutrição profunda na pele, principalmente na barriga, região que requer maior cuidado.

 

É super importante procurar auxílio com um Médico Dermatologista para a indicação dos produtos que serão liberados durante todo o período de gestação. Alguns ingredientes ativos presentes nas formulações cosméticas não são recomendados para uso neste período porque podem ser prejudiciais ao bebê e à gestante.

 

Segue alguns ingredientes que são proibidos em formulações cosméticas para gestantes:

 

Uréia: Geralmente utilizada em Cremes Hidratantes é proibida para gestantes. A Uréia tem ação profunda na pele e pode atravessar a placenta e chegar até o feto em formação promovendo consequências futuras. A ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) determina que todos os produtos que conter Uréia em dosagens maior que 3%, precisa alertar sobre o uso às gestantes.

 

  • Retinóides: Os retinóideis orais (Isotretinoína, Roacutan) são contraindicados durante a gravidez. Eles podem causar uma variedade de  más-formações no feto.

 

  • Hidroquinona: Geralmente utilizado em cremes clareadores tem alta absorção sistêmica (cerca de 35%), por esse motivo deve ser evitado durante a gravidez.

 

Maquiagens e esmaltes podem ser utilizados desde que a gestante não tenha alergia aos ingredientes da formulação.

 

Tratamento para acne pode ser realizado desde que tenha a supervisão de um médico responsável. Ingredientes ativos como ácido retinóico e seus derivados e ácido salicílico, não devem ser usados. 

 

Filtro solar: São essenciais durante toda a gestação, principal forma de prevenção às manchas na pele, use diariamente. Caso tenha dúvidas sobre o mais indicado, procure um Médico Dermatologista.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload